jusbrasil.com.br
10 de Dezembro de 2018

O dia em que eu desejei ser o Walter: Uma impressionante história de determinação e foco

Obstinação, foco, meta, perseverança: tudo isto impulsionou o jovem a caminhar 32 quilômetros até chegar ao seu primeiro dia de trabalho.

Fátima Burégio , Advogado
Publicado por Fátima Burégio
há 5 meses

Ao ler a história de superação, determinação e força de vontade de um jovem, arregalei os olhos e disse, defronte ao espelho: - Fátima, você precisa ser igual ao Walter!

Conheça esta história do Walter Carr, um jovem de meros 20 anos, e, quem sabe, você também almejará ter um punhado de determinação, foco, estratégia e suprema garra, assim como o protagonista do enredo que passo a reproduzir agora:
Para não chegar atrasado no primeiro dia de trabalho, após o carro quebrar, um jovem identificado como Walter Carr, de 20 anos, decidiu ir caminhando cerca de 32 quilômetros, nos subúrbios de Birmingham, no Alabama, Estados Unidos. No percurso, foi parado por um policial que ficou impressionado com a situação.
A história de Walter foi compartilhada nas redes sociais por uma cliente da empresa em que é recém-contratado - o suficiente para o caso viralizar. Por conta da repercussão, o dono do local onde o jovem trabalha acabou dando o próprio carro para o funcionário.
A responsável pelo compartilhamento se chama Jenny Hayden Lamey. Em sua conta no Facebook, a mulher disse que estava esperando os funcionários da empresa de mudança, previsto para chegarem às 8h, para empacotar as coisas na última sexta-feira (13). Quando o policial chegou com o jovem na casa de Jenny, após ter levado Walter Carr para tomar um café, contou o que havia acontecido com o trabalhador. Carr é de Nova Orleans, mas se mudou para Houston, no Texas, após sua casa ter sido destruída pelo furacão Katrina.
Depois do compartilhamento da mulher, a imprensa local ficou sabendo do ocorrido e foi até a empresa para saber quem era esse jovem de 20 anos tão determinado ao trabalho, a ponto de sair de casa pela noite, caminhar 32 quilômetros para não perder o primeiro dia de trabalho. A publicação conta nesta quarta-feira (18) com mais de cinco mil reações e quase dois mil compartilhamentos.
Jenny Hayden, conta que não sabe dizer o quanto ficou "tocada" por Walter e por sua jornada. "Ele é humilde, gentil, alegre e teve grandes sonhos. Ele é trabalhador e duro. Quantas vezes será que ele se perguntou se essa foi a melhor ideia. Quantas vezes ele queria encontrar um lugar para sentar ou deitar-se e esperar até de manhã quando ele poderia talvez arranjar alguém para vir buscá-lo e trazê-lo de volta para casa", exclamou a cliente.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)